quarta-feira, 7 de maio de 2014

A formação de uma Mentalidade de Segurança poderá salvar sua vida - Parte I


MENTALIDADE DE SEGURANÇA - SEGURANÇA EM CASA (PARTE I)

 

A vida atual exige uma mentalidade de segurançaSerá que vale a pena ler isso? Você pode perguntar...  Nas atuais circunstâncias eu acho que sim! E vou além: devemos ler detidamente os conceitos e as dicas de segurança das diversas áreas. Podemos também imprimir todo o conteúdo, compartilhar com os amigos e discutir ponto a ponto com seus familiares, de forma que todos assimilem as situações e tudo isso venha a fazer parte da chamada Mentalidade de Segurança, que deve ser inerente a todos nós, na atualidade. Pense em quanto será útil para seus filhos assimilar uma Mentalidade de Segurança, que os protegerá por toda a vida de muitos perigos.  

 

Neste primeiro artigo, de uma série de dicas selecionadas de segurança, abordarei o tema SEGURANÇA EM CASA.

 

CONTROLE DA VIOLÊNCIA E DA CRIMINALIDADE

 

Observe bem: se as autoridades e órgãos competentes NÃO estão conseguindo superar a violência e a criminalidade, por inúmeros motivos, e você possui “ferramentas” que pode lhe ajudar em situações de risco de forma a evitá-las e sair ileso, se não o fizer estará aumentando as facilidades para os criminosos. Então estamos frente a uma guerra das forças do bem, contra as forças do mal!

 

Decidi fazer uma coletânea de dicas, algumas fornecidas por órgãos de segurança, outras adaptadas por mim, e apresentá-las como uma contribuição para a sociedade. E ficaria muito satisfeito de conseguisse pelo menos um adepto, um chefe de família, que entenda o que eu quis dizer e passe para a ação, treinando seus familiares com uma leitura consciente de todos os itens desta série, de maneira que consiga incutir em seus filhos uma Mentalidade de Segurança.  

 

Alguns cuidados podem ser importantes para que você saia imune ao perigo ou evite ao máximo as situações de risco. Já que não podemos colocar tudo em cadeados, nos trancar em casa eternamente e ficar totalmente blindado contra os perigos de uma violência urbana crescente, é importante que tomemos consciência de alguns procedimentos que poderão nos ajudar em determinadas situações. Procure ler as medidas e transmitir para seus amigos e familiares.

Entenda bem: ter uma mentalidade de segurança é a pessoa ficar de tal maneira condicionada a prestar atenção aos cuidados a serem mantidos e ações para serem adotadas em circunstâncias diversas. Assim tudo passará a fazer parte como se fosse um reflexo condicionado, podemos dizer.Aprendi que na vida as pessoas devem ter uma “mentalidade de segurança” para se proteger. Somente assim você conseguirá de forma efetiva evitar, dificultar as ações de marginais ou diminuir a possibilidades de acidentes ou outros riscos, para você e sua família.  Nesta coletânea você encontrará muitas dicas de segurança para serem usadas no seu dia a dia. Iniciaremos com a segurança em sua própria residência.

SEGURANÇA EM CASA – PARTE I

  • Utilizar, se possível, toda a segurança eletrônica possível, como cerca elétrica, circuito de televisão e sensores de presença.
  • No portão externo manter um interfone, videofone ou simplesmente um “olho mágico”, para identificar que está na porta de sua casa. Instrua seus familiares no aprendizado de cada equipamento e cada rotina de segurança.
  • Verificar portas e janelas e demais acessos, deixando-os devidamente trancados.
  • Reforçar todas as fechaduras das portas e janelas, se possível use obstáculos.
  • Manter um controle juntamente com os seus familiares de todas as chaves, controles de portões automáticos etc. utilizados em sua residência.
  • Nunca abrir portas para estranhos.  
  • Exigir identificação dos empregados avulsos, tipo lavadeira, faxineira, conserto de telefone, vendedores e entregadores de frutas, pizzas, etc.
  • Não entregar as chaves de dependências da casa à secretária do lar, ou serviçais de qualquer natureza. As chaves devem permanecer na casa em local predeterminado, de forma que todos possam ajudar em seu controle.
  • Explicar a todos que em caso de perda ou extravio de qualquer chave, o fato deve ser imediatamente informado para que a fechadura ou cadeado sejam substituídos imediatamente. Atenção: lembre-se que a forma mais fácil de uma pessoa entrar em sua residência é com a chave!
  • Não receber encomendas quando não solicitadas ou que suscitem procedência estranha.
  • Evitar guardar em sua casa dinheiro, joias e valores desnecessários.
  • Ao chegar ou sair de casa ter cuidado com pessoas paradas nas proximidades de sua residência. Informar a polícia imediatamente, se houver suspeitas. Ligue 190!
  • Ter em mente que objetos e ferramentas, tais como escadas, tamboretes, marretas deixados à vista facilitam o arrombamento.
  • Se você for viajar, avise uma pessoa de confiança, pois ela poderá ajudar na segurança do seu imóvel.
  • Caso seja possível peça a ajuda de um familiar para que pelo menos durma em sua casa durante sua viagem.
  • Peça a seu vizinho para recolher suas correspondências.
  • Elaborar uma lista de telefones de familiares, em local de conhecimento de todos da casa e mantê-la sempre em local visível e atualizada.
  • Manter também sempre à mão os telefones de Emergência da Polícia. Conheça a localização da delegacia de Polícia de seu bairro.
  • Instruir seus familiares e serviçais de como proceder em caso de perigo iminente ou de simples observação de suspeitos nas imediações.
  
Caso goste desta matéria compartilhe o texto com seus amigos e familiares. Imprima, mande por e-mail para seus amigos... Tudo em benefício da Segurança!



Veja também nas redes sociais:


Nenhum comentário: