quinta-feira, 4 de setembro de 2014

A organização em nossas vidas, um princípio de extrema utilidade


Não sei se nós nascemos com um pouco do princípio de organização, se o adquirimos pela vivência ou necessidade ou se fomos treinados por alguém. Acho que alguma coisa vem de nosso espírito, tendo em vista que algumas pessoas desde crianças já conseguem manter os seus brinquedos e pertences bem organizados e cuidar bem deles. E outras não estão nem aí, como se diz...

Estes que não estão preocupados em guardar nada certamente já se depararam com a seguinte situação: um aparelho eletrônico que ainda está na garantia e tem algum problema... Onde está a nota fiscal? É um requisito básico para a prova de sua aquisição e você terá que apresentá-la na assistência técnica! E se você não a guardou ou não sabe onde encontrá-la já ficará no prejuízo... E se você já pagou uma conta e novamente recebe uma cobrança indevida? Como irá questionar e provar que a dita conta está paga?

O importante mesmo é você definir tudo aquilo que precisa encontrar de imediato, escolher um local adequado e manter uma rotina de forma que todos ao seu redor saibam dessas pequenas (mas importantes) regras de organização.

O fato é que, em minha opinião, os princípios de organização devem ser transmitidos pelos pais a seus filhos ou então eles mesmos aprenderem isso, pela utilidade prática no dia a dia. Não precisa que a organização se torne um “tormento” para aqueles que irão se iniciar nos métodos. Pouco a pouco tudo de tornará uma rotina simples e você nem notará que a está cumprindo. Os benefícios serão extremamente importantes. A organização de sua vida financeira é também muito importante!

Se a organização vai ajudar em sua vida eu tenho certeza disso. O simples hábito de guardar os objetos nos seus respectivos lugares, sejam eles quais forem, é muito importante. Por exemplo, desde criança eu gostei de lanternas, de tudo que é tipo! Não sei explicar o porquê disso. Quem sabe de onde vim não havia muita iluminação? Minha mãe sabia disso e de vez em quando me presenteava com uma lanterninha. E muitas pilhas... E isso se faz presente em mim até hoje, com uma diferença. Apesar de comprar às vezes lanternas simples e outras com novidades tecnológicas, procuro sempre mantê-las em locais estratégicos, de fácil acesso. E alertando a todos sobre aquele local. Assim ficará automatizada a sua busca quando necessário for.

Da mesma forma posso citar as ferramentas em geral (não precisa fazer um painel, como em uma oficina, basta que você saiba onde encontrá-las), os CDS de instalação para os computadores, o local para os remédios de um “kit” caseiro, onde guardar os carregadores para tudo que é equipamento... Saber onde está um alicate de pressão, uma chave inglesa, uma fita isolante, de imediato, pode ajudar muito! E somente a organização possibilita isso.

Por motivos de segurança todas as chaves de uma casa, de automóveis, controles de portões automatizados, devem fazer parte dessas rotinas de organização! Qual seria a melhor maneira de alguém invadir a sua casa facilmente? Ora, com as chaves! Então se previna e instrua aqueles que convivem em sua residência a manter todas as chaves nos seus respectivos locais e protegidas. Deste modo facilmente poderão sentir sua falta e lhe avisar sobre um eventual risco de furto, quem sabe?

E a documentação que você acumula ao longo dos anos? Alguns documentos podem ser descartados após certo período, nós sabemos. Mas notas fiscais, escrituras de imóveis, exames médicos anteriores e outros devem ser mantidos. Adotei uma maneira simples de arquivar tudo isso. Ao final do ano os documentos correntes (recibos de pagamentos diversos) são colocados em uma pasta referente ao ano de utilização e guardados. E aqueles documentos que serão utilizados várias vezes em sua vida, como certidões, atestados, escrituras, identidades etc. ficarão sempre em local de acesso restrito, separado dos demais.

Muita gente acha tudo isso pouco importante, que é melhor curtir a vida de forma despreocupada, sem “estresses”, deixando tudo largado. E dirão que o apego a bens materiais faz mal. Não é bem isso... Os princípios de organização, se bem utilizados, podem tornar sua vida mais tranquila e segura, tenho absoluta certeza disso!

Nenhum comentário: